12/01/2015

MINHAS FÉRIAS

Com Murilo em Guaratuba, Paraná. 

Andei distante, mas por perto. Ando bastante ocupado passando fome. As resoluções de ano novo foram as mais previsíveis para um homem de meia idade: dieta, beber menos, ser mais empreendedor, menos internet e mais literatura. Quero voltar a nadar também; ano passado só fiz musculação e fui inchando, inchando. Nunca quis ser barbie, mas meu biotipo ajuda, com os suplementos de Nhá Benta e gin tônica. Já não dá mais para ser um garoto franzino (porque não dá mesmo para ser garoto), mas dá para fugir do bonde da stronda. 

 As férias em si foram só quatro dias em Itapoá e Guaratuba, fronteira de Santa Catarina com o Paraná, na virada do ano. Um horror, o sopão da classe C, praia suja, lotada, espumante quente... Bem, no reveillon qualquer praia está longe de seu auge bucólico. Fui muito bem recebido pela família do Murilo, que tem casa por lá, mas o movimento das festas também impediu que fosse um ambiente dos mais confortáveis. Provavelmente o mais divertido da viagem tenha sido a volta, o caminho surreal para Joinville, por uma balsa que fica no meio do nada, passando por vilinhas pesqueiras e estradas de terra. 

Falando em viagens, começo a planejar agora uma viagem para a Armênia, com a minha mãe, para conhecer mais sobre a terra de nossos antepassados. Quem tiver dicas, agradeço. 

No mais, traduções, roteiros, projetos de séries. Um ano como os outros, no qual espero que os frutos sejam mais recompensadores. 

LEVE NEVE

Com minha herdeira, a Trevosinha Valentina.  Lançamento ontem em São Paulo. São Paulo é o que conta - é minha casa, minha base, daqui...